09 de dezembro de 2020

Roer as unhas: conheça 5 riscos para a sua saúde bucal

Você costuma roer as unhas? Saiba que não está sozinho! Aproximadamente 30% da população mundial também tem essa mania. O hábito, conhecido no meio médico como onicofagia, afeta pessoas de todas as idades e, geralmente, está associado ao estresse, à ansiedade e ao nervosismo. 

“Mania minha”, “tô nervoso”, essas e outras desculpas são comuns para justificar o ato de levar as mãos à boca para roer as unhas. O problema é que esse hábito faz mal para a saúde e pode, inclusive, causar sérios problemas bucais

Mas o que exatamente pode acontecer com a sua saúde bucal se você tiver essa mania de roer as unhas? É isso que vamos explicar nesse artigo. Continue a leitura e conheça 5 riscos para a sua saúde bucal se você continuar com esse hábito.

1) Desgaste, fratura e desalinhamento dos dentes 

Ao roer as unhas, você exerce uma pressão repetitiva e contínua sobre os dentes. Isso provoca o desgaste do esmalte, aumentando a possibilidade de pequenas fraturas ou fissuras e ainda deixando os dentes mais propensos à formação de cáries e sensibilidade.

Além disso, essa pressão maior sobre os dentes também pode causar problemas de alinhamento da arcada dentária, principalmente em crianças.

2) Lesões nas gengivas

Os pedaços de unha são cortantes e estão cheios de bactérias. Eles podem causar lesões ou se alojar na gengiva, desencadeando irritações, inflamações ou ferimentos. Em casos mais graves e não tratados, podem até evoluir para uma gengivite.

3) Problemas na mandíbula

O ato repetitivo de roer as unhas também é um fator de risco para a disfunção temporomandibular (DTM), um problema na articulação temporomandibular que é responsável pelos movimentos da boca como abrir, fechar, mastigar e falar.

A DTM pode causar dor e estalos ao mastigar, limitação na hora de abrir a boca, dores de cabeça intensas, incômodos nos ouvidos e até zumbidos. 

4) Maior risco de desenvolver bruxismo

Quem tem o hábito de roer unha está mais propenso a desenvolver bruxismo, que é o ato inconsciente de apertar ou ranger os dentes, normalmente durante o sono. Segundo alguns estudos, essa associação é comum, pois os dois problemas costumam ter origem emocional.

Além de causar prejuízos na saúde bucal, como retração da gengiva e desgaste do dente, o bruxismo também pode provocar insônia, dor de cabeça e outros desconfortos.

5) Infecções na boca causadas por bactérias, vírus ou fungos

Por fim, outro problema da mania de roer as unhas é relacionado à higiene. Afinal, nem sempre a pessoa está com as mãos limpas quando as leva à boca. Com isso, bactérias, vírus e fungos presentes debaixo da unha podem ser facilmente transportados para dentro do organismo.

Esses micro-organismos provocam infecções na região oral, como já citado antes. Além, é claro, de causar doenças que vão de uma simples gripe até casos mais graves, como diarreia e infecções respiratórias.

Depois de tudo isso você só tem um caminho: abandonar o hábito de roer as unhas o quanto antes. E, se você notar que tem algum desses problemas de saúde bucal, procure um dentista.

GOSTOU? COMPARTILHE ESSE POST EM SUAS REDES SOCIAIS

Deixe um comentário:


0 Comentários