03 de setembro de 2020

Bruxismo: conheça as principais causas e como tratar

O bruxismo, hábito involuntário de apertar ou ranger os dentes, faz parte da vida de pelo menos 40% dos brasileiros, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Com diferentes causas, esse problema pode atingir adultos e crianças.

Além de causar prejuízos na saúde bucal, o bruxismo pode provocar outros desconfortos, como insônia, dor de cabeça, dor e zumbido no ouvido, dor no pescoço e na face.

Neste post, vamos falar um pouquinho mais sobre o problema, explicando os tipos de bruxismo, as principais causas e as formas de tratamento. Confira!

Tipos de bruxismo: diurno e noturno

Na maioria das vezes, o ato inconsciente de apertar ou ranger os dentes acontece à noite, durante o sono. É considerado um distúrbio do sono, chamado de bruxismo noturno, e pode ter origem física ou emocional.

Mas, o problema também acontece durante o dia, enquanto a pessoa está acordada. Esse é o bruxismo diurno, também chamado de briquismo ou bruxismo em vigília, e normalmente está relacionado às atividades que exigem esforço físico ou muita concentração.

Quais são as principais causas do bruxismo?

Existem vários fatores que estão associados ao desenvolvimento do distúrbio, como genéticos, físicos e psicológicos. Veja os mais comuns:

Estresse e ansiedade: o excesso de nervosismo, irritação e ansiedade podem provocar o bruxismo – principalmente o diurno. O problema surge como uma forma de resposta do corpo à tensão acumulada;

Genética: diversas pesquisas demonstram existir um caráter genético em alguns tipos de bruxismo, inclusive com o fator de hereditariedade, ou seja, passado de pai para filho;

Medicamentos: alguns medicamentos antidepressivos, como a fluoxetina, podem ter como efeito colateral o bruxismo;

Desalinhamento dos dentes: o alinhamento anormal dos dentes compromete o correto fechamento da boca e encaixe dos dentes, favorecendo o surgimento do bruxismo;

Refluxo estomacal: o refluxo do ácido gástrico do esôfago para a boca também pode provocar o apertar e ranger dos dentes como resposta ao incômodo.

Como tratar o bruxismo?

Não existe ainda um tratamento para curar o bruxismo, mas alguns métodos pode ser utilizados para aliviar a dor e os sintomas da doença. O mais comum é a placa dentária de proteção, que é usada durante a noite para restringir os movimentos da mandíbula, evitando o desgaste dos dentes e contribuindo para a redução de dores.

Além disso, dependendo da causa do bruxismo, o tratamento pode ser feito com toxina botulínica, aparelho ortodôntico para correção de mordida, medicamentos, fisioterapia facial, técnicas de relaxamento muscular e até quiropraxia.

Visitar regularmente o dentista é a melhor maneira de identificar precocemente o bruxismo e prevenir problemas de saúde bucal ou outros desconfortos que afetam sua qualidade de vida. 

GOSTOU? COMPARTILHE ESSE POST EM SUAS REDES SOCIAIS

Deixe um comentário:


0 Comentários