Os resíduos de amálgamas dentários gerados em consultórios odontológicos, centros de saúde e outras unidades correlatas podem gerar contaminação ambiental quando são dispostos impropriamente no lixo ou descartados nos sistemas de esgoto que servem esses locais. Tais resíduos são classificados pela Norma NBR 10004 como resíduos perigosos (tóxicos) devido à presença de mercúrio em quantidades elevadas.

Preocupada com o meio ambiente, a Uniodonto Campinas criou o Programa Uniodonto Ambiental, que oferece soluções para o descarte adequado dos resíduos do amálgama dentário gerados nos consultórios de seus Cooperados. Este Programa tem o apoio da empresa Apliquim, que é responsável pelo tratamento e destinação adequados para o mercúrio e demais componentes resultantes. O que hoje é um desafio para os setores público e privado, para o Cooperado da Uniodonto Campinas é uma questão superada.

Através desse Programa, os resíduos de amálgama têm seu destino adequado, minimizando o impacto com o meio ambiente e evitando a formação de passivos ambientais. Mais de 35 kg de amálgama foram coletados e descartados de maneira correta desde a implantação do Programa. Retire o frasco coletor no Departamento de Atendimento ao Cooperado da Uniodonto Campinas e colabore com o meio ambiente.